Fundo Alaska: filosofia da gestora e como investir

O fundo Alaska está entre os mais populares do mercado brasileiro, com mais de 200 mil cotistas. Conheça a filosofia e saiba como investir.

O fundo Alaska é um fundo de investimento em ações que está entre os mais conhecidos e populares do mercado brasileiro.

Na prática, não há apenas um fundo Alaska, mas sete. Todos eles são controlados pela gestora Alaska Asset Management. 

Presentes em 21 corretoras e plataformas de investimento, os sete fundos da Alaska têm um volume superior a R$ 3 bilhões sob gestão, em números do início de abril de 2020. O mais antigo deles foi criado em 2011.

Nos últimos anos, os fundos da Alaska alcançaram notoriedade no mercado brasileiro, devido, especialmente, ao aumento expressivo no número de cotistas – eram mais de 200 mil no fim de janeiro de 2020.

Neste artigo, você vai conhecer a filosofia de investimento da gestora, descobrir as diferenças entre os fundos da Alaska e entender como se tornar um cotista.

Fundo Alaska: filosofia da gestora

A Alaska Asset Management é uma gestora de fundos de ações que existe desde 2011 e tem como objetivo o ganho de capital para seus cotistas, por meio do investimento em empresas com alto potencial de valorização das ações.

O sócio fundador e CEO da Alaska é o icônico investidor Luiz Alves Paes de Barros, um dos mais antigos e bem-sucedidos investidores em renda variável no Brasil, com mais de 50 anos de experiência.

Ao lado dele, quem também dá as caras em nome da gestora é o sócio fundador Henrique Bredda, gestor dos fundos da família Black. Com mais de 138 mil seguidores no Twitter, Bredda é muito ativo nas redes sociais, e costuma representar a Alaska em entrevistas à imprensa e a outros portais que geram conteúdo sobre ações.  

Segundo o que o próprio Bredda costuma divulgar em suas redes, o objetivo da Alaska é “obter ganho de capital substancial ao longo das décadas investindo primordialmente em empresas. Queremos continuar com muita honra, disciplina e paciência o trabalho que o Luiz Alves Paes de Barros começou na década de 1960”. 

Ele explica que a mentalidade de investimento é a mesma para todas as empresas: a gestora compara o preço atual da companhia com a projeção de fluxo de caixa no futuro. Se a taxa interna de retorno for boa, a gestora investe na empresa.

Dessa maneira, a Alaska monta e desmonta suas posições sem um prazo específico. 

Nos anos de 2015 a 2019, por exemplo, a gestora ganhou notoriedade por apostar na recuperação do papel da Magazine Luíza, que passou por um processo de turnaround, multiplicando o valor investido várias vezes no período. 

Todos os fundos da Alaska possuem horizonte de investimento de longuíssimo prazo, o que pode ser interpretado como mais de 20 ou 30 anos. 

Além desse ganho de capital, a Alaska também tem o propósito de ser protagonista na educação financeira do investidor brasileiro.

Por meio das suas cartas e das manifestações dos gestores nas redes sociais, a Alaska busca, nas palavras de Bredda, “forjar investidores que estão dispostos a aguentar porrada no curto, para ganhar no longo prazo. Vamos injetar na veia do maior número possível de pessoas a filosofia que acreditamos”.

Quais são os fundos da Alaska?

A Alaska Asset Management possui sete fundos de investimentos sob sua gestão, com mais de R$ 3,3 bilhões aplicados por 200 mil cotistas.

Todos os fundos investem em ações, mas alguns têm um regulamento que permite uma exposição em outros ativos, como câmbio e juros.

Além disso, o grau de exposição em ações, o investimento mínimo e o perfil de cotista também mudam de fundo para fundo. Acompanhe:

Fundo Alaska Black Institucional FIA

Com exposição somente em ações, o Alaska Black Institucional FIA é o fundo puro de ações da Alaska. 

Destinado aos investidores em geral, o fundo tem investimento mínimo de R$ 1 mil, e tem como benchmark (índice de referência) o Ibovespa.

O perfil de risco é arrojado, e o horizonte de investimento, a exemplo de todos os fundos da Alaska, é o longuíssimo prazo. 

Fundo Alaska Black FIC FIA BDR Nível I

O Alaska Black FIC FIA BDR Nível I é um fundo de ações, mas também possui uma estratégia de moedas e juros

Ele é destinado a investidores qualificados, ou seja: que já possuem pelo menos R$ 1 milhão em aplicações financeiras.

O investimento mínimo é de R$ 5.000,00 e o benchmark é o IPCA+ 6% a.a.

Fundo Alaska Black FIC FIA II BDR Nível I

O Alaska Black FIC FIA II BDR Nível I é um fundo de ações que investe pelo menos 67% do patrimônio em ações, incluindo Brazilian Depositary Receipts (BDRs), que são ações estrangeiras negociadas na Bolsa de Valores brasileira. 

Além disso, o fundo pode atuar nos mercados de juros, moedas e índices.

O fundo é destinado a investidores em geral, e tem limite de alocação de R$ 250 mil por CPF. O investimento mínimo é de R$ 1 mil.

Fundo Alaska 70 Icatu Previdenciário FIM

O fundo de investimento Alaska 70 Icatu Previdenciário FIM é um fundo previdenciário multimercado, que tem aplicação em ações próxima a 70%, e o restante em renda fixa. 

Ele é um pouco menos agressivo do que os fundos da Alaska que investem apenas em ações, moedas e juros, mas, mesmo assim, continua sendo um fundo de investimento para o tipo de investidor com perfil arrojado.

Esse fundo é destinado aos investidores em geral, e tem como benchmark o IMA-B.

Fundo Alaska Black 100 Advisory XP Seg Prev FIC FIM

Este fundo da Alaska é um fundo multimercado previdenciário, cuja exposição em ações pode variar de -100% a +100%

O fundo é restrito aos investidores qualificados, e tem aplicação mínima de R$ 5 mil, mas só pode ser acessado por clientes da corretora XP Investimentos, como o próprio nome do fundo sugere.

O benchmark do fundo é o IMA-B.

Fundo Alaska Black 70 Advisory XP Seg Prev FIC FIM

O Alaska Black 70 Advisory XP Seg Prev FIC FIM também é um fundo multimercado previdenciário, com a diferença de que a exposição em ações pode variar de -70% a +70%

O fundo é destinado a investidores em geral, mas também é acessado exclusivamente pelos clientes da XP Investimentos.

O investimento mínimo é de R$ 5 mil, e o benchmark do fundo é o IMA-B.

Fundo Alaska Range FIM

Finalmente, o último fundo da Alaska é o Alaska Range FIM.

Trata-se de um fundo multimercado de estratégias direcionais e de arbitragem, que pode investir nos mercados de ações, renda fixa, juros, moedas e índice.

Na comparação com os outros fundos da casa, o Alaska Range FIM tem uma exposição menor em ações. 

O fundo é destinado aos investidores em geral, e tem aplicação mínima de R$ 5 mil.

O benchmark do Alaska Range FIM é o CDI.

Como investir nos fundos Alaska?

Investir nos fundos da Alaska é bastante simples. A seguir, listamos um passo a passo.

1. Conheça os fundos da Alaska

O primeiro passo para investir nos fundos da Alaska é conhecer em detalhes o funcionamento de cada um deles.

Além das informações que reunimos acima, você pode consultar o site da gestora para ler o regulamento e as especificações de cada um.

2. Escolha o fundo ideal para o seu perfil

Com essas informações em mãos, você consegue escolher o fundo da Alaska ideal para o seu perfil.

Essa resposta vai depender de alguns fatores, como o seu grau de aceitação na exposição ao risco, o fato de ser ou não investidor qualificado e de ter ou não R$ 5 mil para começar a investir.

3. Separe o dinheiro para investir

Agora que você já escolheu o fundo da Alaska no qual pretende investir, é hora de separar o dinheiro e deixar o montante disponível na sua conta corrente para transferência.

Nesse momento, não esqueça de manter uma carteira diversificada, com uma exposição ao risco adequada ao seu perfil.

4. Abra uma conta em uma corretora autorizada

Em seguida, você precisa abrir uma conta em uma das corretoras que oferecem os fundos da Alaska na sua plataforma.

A Alaska distribui os seus fundos em mais de 20 corretoras: 

  • Ativa
  • BS2
  • BTG Pactual
  • Capital Markets
  • Coin Valores
  • Daycoval
  • Easynvest
  • Genial
  • Guide
  • Icatu
  • Inter
  • Mirae
  • Modal Mais
  • MyCAP
  • Necton
  • Nova Futura
  • Órama
  • Original
  • Pi
  • RB Investimentos
  • Rico
  • Safra
  • Socopa
  • Terra
  • Uniletra
  • Warren
  • XP.

Lembre-se, porém, que nem todos os fundos estão disponíveis em todas as corretoras. No site da gestora, você descobre a disponibilidade de cada fundo.

Não esqueça de comparar as taxas e os serviços oferecidos por cada corretora, para encontrar a melhor corretora para você.

5. Invista

Agora, basta transferir o dinheiro para a sua corretora escolhida, esperar o valor ser devidamente liquidado e então selecionar o fundo na plataforma.

Dependendo do fundo e das corretoras, a cota pode ser liquidada no dia atual ou no dia útil seguinte.

6. Acompanhe os seus investimentos

Pronto! Você agora é um cotista da Alaska.

Para acompanhar os seus investimentos, você pode utilizar a sua corretora, além de aplicativos como Trademap e Kinvo, ou o próprio site da gestora, que atualiza o valor da cota diariamente.

E aí, gostou de conhecer um pouco mais sobre os fundos da Alaska

Se você quer aprender mais sobre o mercado financeiro, continue navegando pelo blog da Capital Research.

Recomendados

Investimentos

Fundos Multimercado: por que investir e como escolher

Fundos multimercado são aplicações administradoras por gestoras para entregar ...

3 anos atrás

Investimentos

Fundos de investimento: o que são e como funcionam?

Entenda o que são fundos de investimento, como funcionam e por que vale a pena ...

2 anos atrás

Investimentos

Fundos de ações: Entenda o que são e como investir

Entenda o que são fundos de ações, como investir e se esse tipo de investimento ...

2 anos atrás