Formas de investir dinheiro: conheça as 6 melhores

O que acha de fazer seu capital trabalhar para você? Veja as melhores formas de investir dinheiro e dicas de rentabilidade.

Conhecer as melhores formas de investir dinheiro livra você do erro de insistir na caderneta de poupança, que é sempre a pior opção de rentabilidade. Sim, existem opções muito melhores para aplicar de acordo com seu perfil e objetivos, obtendo bons rendimentos.

Neste artigo, você vai entender como funcionam as principais aplicações financeiras em ativos de renda fixa e variável. Além disso, vai conferir como elas podem se encaixar em seu perfil de investidor e, então, trazer mais dinheiro para seu bolso. 

Acompanhe!

6 formas de investir dinheiro para lucrar

O brasileiro se acostumou com a facilidade da poupança e nem percebe o quanto a aplicação pode ser ruim. Atualmente, deixar o dinheiro na caderneta traz prejuízos reais. Em 2019, por exemplo, descontando a inflação acumulada, seu retorno foi negativo: -0,05%.

Ninguém investe para perder dinheiro, certo? Mas você pode fazer investimentos muito mais rentáveis e de forma simplificada. Com um pouquinho de aprofundamento no tema, encontrará ativos que vão render ainda mais para você.

Conheça, então, 6 formas de investir dinheiro e conseguir bons retornos:

 

1. Títulos públicos do Tesouro Direto

A arrecadação dos cofres públicos nem sempre dá conta de cobrir todos os seus gastos. Por isso, o Tesouro Nacional emite e vende os títulos da dívida pública. É como um empréstimo ao governo, no qual você é o credor.

  • Opções: Tesouro Selic, Tesouro Prefixado e Tesouro IPCA+
  • Remuneração: renda fixa com taxas prefixadas ou indexadas a índices como a taxa Selic e o IPCA
  • Risco: não é coberto pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), mas há baixíssimo risco de calote
  • Perfil indicado: todos os investidores, especialmente os conservadores e moderados
  • Investimento inicial: a partir de R$ 30
  • Custos: Imposto de Renda (IR), Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para resgates inferiores a 30 dias e taxa de custódia da B3. Pode haver cobrança de taxas da corretora.

 

2. CDB

Os Certificados de Depósito Bancário são títulos privados emitidos por instituições financeiras. Seu funcionamento é bem semelhante aos papéis públicos, com algumas diferenças quanto a risco e rentabilidade e servindo para financiar operações bancárias.

  • Opções: CDB pré-fixado, pós-fixado ou híbrido, com ou sem liquidez diária
  • Remuneração: renda fixa com taxas indexadas aos Certificados de Depósito Interbancários (CDI) ou IPCA
  • Risco: é coberto pelo FGC
  • Perfil indicado: todos os investidores, especialmente os conservadores e moderados
  • Investimento inicial: baixo
  • Custos: Imposto de Renda (IR), Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para resgates inferiores a 30 dias e pode haver cobrança de taxas da corretora.

 

3. Letras de crédito

As Letras de Crédito são títulos que financiam as operações e investimentos de setores econômicos. Os mais comuns são os papéis do segmento imobiliário (LCI) e do agronegócio (LCA).

  • Opções: LCI e LCA
  • Remuneração: renda fixa com taxas indexadas ao CDI, IPCA ou IGPM
  • Risco: é coberto pelo FGC
  • Perfil indicado: todos os investidores, especialmente os conservadores e moderados
  • Investimento inicial: baixo
  • Custos: possíveis taxas da corretora escolhida.

 

4. Fundos de investimento

Os fundos de investimento são formados por conjuntos de investidores que reúnem seus recursos financeiros para potencializar os ganhos e pulverizar os riscos. As operações devem ser intermediadas por uma gestora de investimentos.

  • Opções: Fundos de investimentos imobiliários, cambiais, de renda fixa, de ações, de mercados e outros.
  • Remuneração: renda variável, com recebimento de dividendos
  • Risco: médio a alto
  • Perfil indicado: moderados e arrojados
  • Investimento inicial: a partir de R$ 100
  • Custos: Imposto de Renda (IR), Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para resgates inferiores a 30 dias e taxas relacionadas à corretora e à gestora.

 

5. Ações

O mercado de ações é um dos mais voláteis que existem. Mas, ao mesmo tempo, é o que tem grandes potenciais para as maiores remunerações em investimentos.

  • Opções: ações preferenciais e ordinárias
  • Remuneração: renda variável, com recebimento de dividendos
  • Risco: alto
  • Perfil indicado: arrojados
  • Investimento inicial: sem valor mínimo, a depender do preço da ação
  • Custos: Imposto de Renda (IR), Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para resgates inferiores a 30 dias, taxas da corretora e da B3 (taxa de corretagem, custódia e emolumentos).

 

6. Contratos futuros

No mercado de contratos futuros, o investidor compra papéis que serão executados em uma data à frente e, assim, pode ser remunerado com a liquidação do ativo. É um produto avançado, que exige experiência e conhecimento de quem aplica.

  • Opções: commodities, mini contratos e outros
  • Remuneração: renda variável
  • Risco: alto
  • Perfil indicado: arrojados
  • Investimento inicial: sem valor mínimo
  • Custos: Imposto de Renda (IR), Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para resgates inferiores a 30 dias, taxas da corretora e da B3 (taxa de corretagem, custódia e emolumentos).

Bônus: 5 dicas para investir dinheiro

Depois de conhecer formas de investir dinheiro, está mais animado para começar? Para ajudar, separamos 5 dicas práticas para fazer investimentos de forma segura, confiante e, é claro, rentável. Confira:

  • Conheça seus objetivos: se você não souber o quanto quer ter de retorno, em quanto tempo e de que maneira, não terá como mensurar os resultados. Portanto, analise seu perfil como investidor, expectativas de ganho e disposição ao risco
  • Estude o mercado: como você viu, existem muitas opções de investimento. Então, pesquise pelas aplicações, leia sobre cenários econômicos e analise quais as melhores alternativas para você investir
  • Avalie ganhos e custos: não adianta só olhar para um lado da moeda. Investir traz retornos financeiros, mas gera gastos. Dessa forma, pese os custos para avaliar os ganhos
  • Mantenha a disciplina: boa parte do sucesso dos investimentos está na elaboração de estratégias e na sua manutenção. Então, comece a investir o quanto antes e mantenha as táticas e aportes com regularidade
  • Continue estudando sobre investimentos: o mercado não para nunca! Desse modo, novas opções podem surgir a qualquer momento. Assim, continue com a Capital Research para descobrir as novidades rentáveis em investimentos.

Conheça as nossas carteiras recomendadas e tenha acesso a conteúdos e análises exclusivos!

Recomendados

Investimentos

Bolsa de Valores: o que é, qual sua importância e 5 razões para investir

A Bolsa de Valores pode ser uma maneira de aumentar a rentabilidade dos seus ...

3 anos atrás

Investimentos

7 dicas para você investir sem medo

Quer investir, mas não sabe por onde começar? Confira nossas dicas para perder o ...

2 anos atrás

Investimentos

10 livros para o investidor sobre mercado financeiro

Opções de leitura não faltam para quem quer investir. Veja lista com 10 livros ...

2 anos atrás