Empresa de capital aberto: o que é e quais as principais vantagens

Entenda como funciona uma empresa de capital aberto e de que maneira atua no mercado

Normalmente, as empresas que entram no mercado seguem o modelo tradicional de capital fechado, aquele em que um proprietário ou um grupo pequeno de sócios é responsável por toda a companhia. No entanto, indo contra esse modelo, existem também as chamadas empresas de capital aberto, tema deste artigo.

Você sabe exatamente o que é uma empresa de capital aberto? Quais são os principais motivos para um empreendedor decidir abrir o capital da empresa da qual é dono? As vantagens? Desvantagens? Neste texto, falamos tudo sobre o assunto. Confira!

O que é empresa de capital aberto?

 Uma empresa de capital aberto é caracterizada por possuir um capital que está investido em ações na Bolsa de Valores, ou seja, qualquer acionista pode investir para fazer parte do negócio. Ela não segue aquele modelo tradicional, no qual o controle da empresa é inteiramente interno.

É importante ressaltar que todos os acionistas que decidem fazer parte da empresa, comprando uma fração específica dela, devem cumprir direitos e obrigações. Posteriormente, esses acionistas recebem parte dos lucros ou então dos prejuízos que a companhia venha a ter.

Como os proprietários dessas empresas não possuem controle total, como por exemplo a questão da contabilidade, normalmente são eleitos por todos os acionistas conselhos especializados no assunto para tomar as decisões e ajudar a gerir o negócio.

Quais são os principais motivos para uma empresa abrir o capital?

 Ter uma empresa de capital aberto gera inúmeras vantagens. Primeiro de tudo que abrir o capital possibilita que os recursos investidos na empresa sejam ilimitados, afinal, qualquer um pode participar. Quanto mais investidores aparecerem, maiores serão os recursos, diferente de uma empresa de capital fechado, que depende apenas de investimentos internos ou parcerias muito bem consolidadas.

Além disso, normalmente é muito mais barato realizar um financiamento através de ações do que em relação a captação de recursos de dívidas. Ainda em relação a essa questão, empresa de capital aberto não sofre com os prazos de amortização e resgate, muito menos retorno definido, pois a rentabilidade depende exclusivamente do desempenho do negócio.

Mais um motivo para abrir o capital da empresa é que naturalmente a liquidez patrimonial da companhia vai ampliar, auxiliando por exemplo, na sucessão da gestão do negócio, possíveis saídas sócios, entre outras diversas situações.

Por fim, mais uma vantagem é que empresas que decidem abrir o capital consequentemente tornam-se mais transparentes, pois são obrigadas a prestar diversas informações ao mercado para atrair mais investidores. Se a empresa for organizada, isso é excelente para a imagem externa do negócio. 

Quais as desvantagens de abrir o capital?

Por outro lado, também existem algumas desvantagens em abrir o capital da empresa. Uma delas são as taxas e custos, que normalmente para as pequenas empresas podem sair caro demais, já que é necessário contratar uma auditoria externa, publicações legais, confecção de prospecto, entre outras despesas.

A questão da transparência entrou nas vantagens anteriormente, mas também pode ser considerada uma desvantagem dependendo da situação, afinal, mesmo que os resultados não sejam positivos, é obrigatório que a empresa divulgue os demonstrativos, relatórios e diversos outros documentos para os investidores.

Isso pode gerar outro problema: a pressão do mercado. Muitas empresas sofrem uma extrema pressão para conseguirem atingir bons resultados em curto prazo, o que pode prejudicar o planejamento de médio a longo prazo.

Abrir o capital da empresa também é uma desvantagem clara para quem gosta de ter o controle do próprio negócio, afinal, ao tornar-se público, naturalmente o empreendedor perde autonomia e precisa dividir as responsabilidades com centenas ou até milhares de investidores.

Principais diferenças entre empresa de capital aberto e capital fechado

 Como já mencionado, existem diferenças entre uma empresa de capital aberto e fechado, com destaque para questão da contabilidade, que no caso das fechadas o processo ocorre de maneira tradicional, por meio de contadores geralmente, enquanto que ao abrir o capital da empresa, é necessário fazer aquele conselho, já citado anteriormente, no qual diversas pessoas ficam responsáveis por gerir essa área.

Outra grande diferença é em relação às próprias ações. As abertas permitem a participação de qualquer investidor habilitado na Bolsa de Valores, enquanto as fechadas resumem-se a gestão dos proprietários e estão limitadas a realizar parcerias pontuais. 

Entendeu como funciona uma empresa de capital aberto? O que acha de implantar isso na sua empresa? Avalie com cuidado as vantagens e desvantagens e como funciona a operação e administração desses negócios, talvez essa seja a solução ideal para a sua empresa.

Recomendados

Investimentos

Ativo gerador de renda: o que é, tipos e como investir

Entenda mais sobre investimentos em ativos geradores de renda como imóveis ou ...

3 anos atrás

Investimentos

Bolsa de Valores: o que é, qual sua importância e 5 razões para investir

A Bolsa de Valores pode ser uma maneira de aumentar a rentabilidade dos seus ...

3 anos atrás

Investimentos

Conselho Monetário Nacional: o que é e qual é sua importância?

Entenda o que é e como funciona o Conselho Monetário Nacional ...

3 anos atrás