Educação financeira pessoal: aprenda a cuidar melhor do dinheiro

A educação financeira pessoal aproxima você de metas e sonhos. Confira dicas e reveja hábitos na sua relação com o dinheiro.

A importância da educação financeira pessoal aparece em várias situações envolvendo o seu dinheiro. Além de gerenciar e organizar as suas contas, o conceito é importante para que você consiga entender riscos e oportunidades de investimentos.

Com instrução, método e disciplina, é possível ampliar suas possibilidades financeiras e ficar mais perto da realização de metas e sonhos.

Se você tem dificuldades para manter suas finanças organizadas ou ainda não se sente preparado para investir, não se preocupe. Elaboramos um conteúdo bem prático para que consiga aplicar a educação financeira pessoal na sua vida.

Siga acompanhando!

O que é educação financeira pessoal?

Você sabe dizer qual é o seu orçamento para os próximos seis meses? Entende sua capacidade de pagamento ou margem para investimentos? Compreende qual o seu perfil de investidor e que aplicações financeiras atendem à sua expectativa de ganho e exposição ao risco?

Essas perguntas seriam mais facilmente respondidas se todos nós tivéssemos boas instruções sobre finanças.

Assim, educação financeira pessoal é um processo de fazer com que os indivíduos compreendam conceitos e produtos financeiros. Mas não somente isso: ela os torna mais conscientes sobre seu orçamento, oportunidades e riscos envolvidos nas finanças.

Portanto, uma pessoa que tenha acesso à educação financeira é capaz de analisar suas próprias contas e planejar estrategicamente seu orçamento, de acordo com as possibilidades do mercado.

Benefícios da educação financeira

A educação financeira pessoal promove uma série de benefícios que agregam valor ao indivíduo e suas famílias. Dentre eles, podemos listar:

  • Maior conhecimento sobre sua real situação financeira
  • Possibilidade de planejar com mais assertividade e, assim, conquistar sonhos
  • Investimentos realizados com mais clareza, aumentando as possibilidades de ganhos
  • Diminuição e eliminação de dívidas e inadimplências
  • Melhor utilização do seu dinheiro.

9 dicas de educação financeira pessoal

Curioso para descobrir como colocar a educação financeira pessoal na prática? Veja, então, 9 dicas para controlar as finanças de forma fácil.

 

1 – Organize suas contas

O primeiro passo para todo o processo de organização e planejamento financeiro é saber de onde vem seu dinheiro e para onde ele vai. Então, tome nota dos seus ganhos, como salários, pró-labores, hora-extras, rendimentos, aluguéis e outros.

Além disso, junte todas as suas dívidas e despesas, como:

  • Moradia
  • Alimentação
  • Transporte
  • Saúde
  • Educação
  • Lazer.

 

2 – Monte seu orçamento

Agora, cruze as informações e monte um orçamento mensal detalhado com todas as suas fontes de renda e de gastos. Seja tão específico quanto for necessário e adicione contas como “reservas de emergência”, “caixinhas” e outras.

 

3 – Crie um plano financeiro

Faça um plano para as suas finanças. Nessa etapa, estique o orçamento para 6 meses e, em seguida, 1 ano. Para elaborar um planejamento ainda mais detalhado e arrojado, pense estrategicamente no futuro. Você pode, então, traçar orçamentos para 5, 10, 15 anos ou mais.

 

4 – Defina metas

Até aqui, você já consegue observar seus ganhos e gastos, o que representa o passo inicial da educação financeira pessoal. Agora, é o momento de criar objetivos que sejam alcançáveis dentro dessas possibilidades.

Portanto, essa é a hora para colocar os sonhos financeiros no papel e elaborar estratégias para seu alcance. Seja a compra de uma casa, uma viagem ou uma aposentadoria tranquila, é preciso estabelecer metas, prazos e formas para que sejam atingidas.

 

5 – Descubra seu perfil de investidor

Certamente, uma das formas para obter mais dinheiro é investindo. Mas, antes mesmo de começar a fazer aplicações financeiras, é importante descobrir qual seu perfil de investidor.

Existem três: conservador, moderado e arrojado. Nessa escala, o conservador é o menos propenso ao risco, chegando até ao arrojado – que se aventura mais em troca de rendimentos maiores.

 

6 – Estude opções financeiras

Com base no seu perfil de investidor, estude as possibilidades para melhorar seu desempenho financeiro. Investimentos em renda fixa e variável, por exemplo, vão aumentar seus ganhos de capital.

Mas, para saber qual é o ativo mais adequado para você, é importante entender suas ambições e disposição ao risco, associados aos produtos financeiros disponíveis. Assim, cruze essas informações para encontrar as melhores oportunidades em investimentos.

 

7 – Compare investimentos

Analise cenários, verifique remuneração e despesas com o investimento (como taxas de administração, carregamento, corretagem e outras). Realize um comparativo entre as aplicações e descubra aquela que paga melhor e está dentro da sua propensão ao risco.

 

8 – Acompanhe as aplicações

Não basta apenas investir e deixar os papéis guardados. É importante conferir o andamento das aplicações e verificar se elas estão dentro do esperado. Se necessário, realinhe rotas e faça alterações no planejamento.

 

9 – Busque novas fontes de informação

Educação financeira pessoal é exatamente isso: educação. Portanto, você sempre deve estudar sobre maneiras para melhorar sua performance, reduzir gastos e aproveitar melhor seu dinheiro.

Além disso, somente com constantes atualizações sobre o mercado, você consegue analisar com clareza os riscos e as oportunidades financeiras.

Na Capital Research, você tem acesso a conteúdos valiosos sobre finanças e investimentos. Portanto, conte com a gente para aprimorar sua educação financeira pessoal e obter maiores ganhos.

Recomendados

Investimentos

ENEF: para que serve a Estratégia Nacional de Educação Financeira?

Conheça o programa ENEF, uma iniciativa focada na promoção de ações de ...

2 anos atrás

Investimentos

CVM Educacional: aprenda sobre o mercado de valores mobiliários

Entenda como funciona esse canal educativo ...

2 anos atrás

Investimentos

Planejamento Financeiro Pessoal: saiba como fazer e como pode te ajudar

Entenda melhor como administrar sua verba e cortar os gastos é essencial para seu ...

3 anos atrás