Como comprar ações na bolsa: passo a passo (GUIA)

Quer ganhar dinheiro no mercado de ações? Descubra como comprar ações na bolsa em um passo a passo simplificado.

Descobrir como comprar ações na bolsa é o primeiro passo em sua jornada pela renda variável.

Não importa se você pretende investir com foco no longo prazo ou se quer fazer operações diárias. É preciso entender o básico para ter sucesso nesse mercado.

Embora a aplicação em ações seja um investimento mais arriscado que a renda fixa, a renda variável oferece promessa de ganhos maiores no longo prazo.

Mas isso só para quem sabe como investir.

Neste artigo, você vai entender, em um passo a passo simplificado, como comprar ações na bolsa –- e também o que fazer antes de ingressar no mercado.

Por que comprar ações na bolsa

O investimento na bolsa de valores está entre as opções mais rentáveis para quem deseja acumular patrimônio com foco no longo prazo.

Nos Estados Unidos, que possuem um mercado financeiro mais desenvolvido que o nosso, isso já foi comprovado por diversos estudos. 

No longo prazo, o investimento em ações é mais rentável do que o ouro, a renda fixa e o dólar.

Talvez isso explique por que cerca de 65% dos norte-americanos investem em ações, enquanto, no Brasil, ainda somos pouco mais de 2 milhões de CPFs na bolsa, de acordo com dados de março de 2020 da B3.

Não é difícil entender a lógica por trás do investimento em ações.

Enquanto o dólar e o ouro, por exemplo, não são capazes de gerar valor por si mesmos, as empresas são organismos vivos, que criam produtos e geram receita a partir dos seus clientes. 

Embora faltem estudos desse tipo aqui no Brasil, os investidores do mercado de ações acreditam que, no longo prazo, empresas que se mostram resilientes são um investimento muito mais lucrativo do que qualquer outra classe de ativos.

Além disso, a rentabilidade dos investimentos em renda fixa vem caindo ano após ano no Brasil, desde que o Banco Central iniciou a redução do valor da taxa Selic, que serve como referência para todas as aplicações.

Com ganhos menos atrativos na renda fixa, resta aos investidores aceitar o risco e migrar parte do capital para o mercado de ações, se quiserem, por exemplo, retornos capazes de superar a inflação.

Antes de comprar ações na bolsa 

Mas, antes de pensar em comprar ações na bolsa, você precisa passar por algumas etapas, se quiser ter sucesso no longo prazo.

Lembre-se: ao lidar com o seu dinheiro conquistado à base de muito suor, é preciso se precaver e ter certeza do que está fazendo. 

Por isso, reunimos três tarefas básicas que você precisa cumprir antes de começar a comprar ações na bolsa.

Estude o mercado de ações

O primeiro passo talvez seja o mais trabalhoso: você precisa aprender e estudar o mercado de ações.

Se você quer ter sucesso investindo na bolsa de valores, essa é uma missão que ninguém poderá cumprir por você.

Portanto, faça cursos, leia e estude relatórios de casas de análise, escolha um mentor, participe de fóruns de investimento nas redes sociais, acompanhe blogs, podcasts e canais do YouTube.

Você precisa aprender o que é a análise técnica e a análise fundamentalista, para descobrir aquela com a qual você mais se identifica.

Além disso, precisa entender por que as ações se valorizam e desvalorizam ao longo do tempo, o que impacta o preço das ações, como descobrir se uma ação está cara ou barata, e também compreender como analisar os fundamentos das empresas.

Como você pode perceber, não é uma tarefa simples, e também não há prazo para que ela termine. O aprendizado é contínuo e permanente. Quando você se sentir seguro, pode avançar para os próximos passos.

Fique longe das promessas de ganhos fáceis

Com o recorde de CPFs cadastrados na Bolsa em 2020, surgiram também aproveitadores e golpistas que vendem promessas de ganhos fáceis e retornos expressivos.

Fique atento: na renda variável, é impossível garantir qualquer rentabilidade futura. 

Portanto, fique longe dessas falsas promessas, e consulte a credibilidade das empresas que estão fazendo esses tipos de anúncios.

Também é fundamental ficar longe daquela “dica quente” do seu amigo ou parente que investe em ações há mais tempo. O que pode fazer sentido dentro da estratégia de investimentos dele talvez não faça para você.

Faça sua reserva de emergência

Finalmente, o último passo antes de efetivamente comprar ações na bolsa é fazer a sua reserva de emergência.

Essa reserva, na prática, é um dinheiro que você precisa manter em alguma aplicação com liquidez diária para acessar em caso de urgência, como uma doença na família, um acidente ou o desemprego.

A partir do momento em que você conseguir poupar mais do que gasta, montar a reserva de emergência deve ser sua prioridade. Apenas depois disso você pode avançar para o investimento em ações. 

Idealmente, a reserva de emergência deve ter um valor que permita que você sobreviva apenas dela por 3 a 6 meses. Portanto, para calcular o valor ideal da reserva, multiplique o seu custo de vida mensal por seis.

Como comprar ações na bolsa

Agora que você já estudou o mercado de ações e está com sua reserva de emergência consolidada, chegou a hora de efetivamente comprar ações na bolsa.

Defina uma estratégia de investimento

Com base nos conhecimentos que você adquiriu ao estudar o mercado financeiro, você precisa definir a sua estratégia de investimento na bolsa.

Você vai praticar o buy and hold, com foco no longo prazo? Ou pretende fazer trading?

Essa definição inicial é essencial para que você siga uma estratégia à risca. Aqui, vale dizer que não há estratégia certa ou errada. Dentro das duas modalidades de investimento, também há uma série de técnicas que podem levar ao sucesso.

O fato é que não existe apenas uma maneira de ganhar dinheiro na bolsa, e você precisa encontrar aquela que você se adapta melhor e entende com mais facilidade.

Nesse momento, também é preciso pensar na sua carteira de investimentos como um todo, prezando pela diversificação do portfólio.

Para quem está começando, não é interessante apostar todas as fichas na bolsa de valores. Comece devagar e, conforme for aprendendo, aumente o capital investido em ações. 

Depois de definir sua estratégia e montar a sua carteira ideal de ativos, por exemplo, podemos avançar para o próximo passo.

Abra uma conta em uma corretora de valores

A única maneira de comprar ações na bolsa é por meio de uma corretora de valores habilitada junto à B3.

Para encontrar a melhor corretora para sua necessidade, compare as taxas cobradas e os respectivos serviços oferecidos.

Abrir a conta na corretora costuma levar apenas alguns minutos. Todo o processo é online, e os dados são analisados em algumas horas pela corretora, para habilitar a sua conta. 

Transfira dinheiro para a corretora

Agora que sua conta foi criada, é hora de passar o dinheiro do seu banco para a corretora.

Você terá uma conta na corretora como se fosse uma conta em outro banco qualquer, com número de conta e agência.

Para transferir, basta fazer uma TED para conta de mesma titularidade, utilizando os dados bancários que a corretora forneceu por e-mail.

Se você fizer a transferência em horário comercial, o valor deve entrar na sua conta na corretora em alguns minutos.

Aprenda a usar o home broker

Pronto, agora você já consegue utilizar o home broker da corretora e pode aprender suas funcionalidades.

Acesse os vídeos explicativos, leia os guias e explore a plataforma para entender como comprar e vender ações.

Em geral, os sistemas são simples e intuitivos, bastando a você selecionar o ativo (como PETR4, por exemplo), e colocar uma ordem de compra ao preço desejado, definindo o número de lotes.

Se houver vendedor para o valor de compra que você selecionou, o processo é concluído e você se torna um feliz acionista da Petrobras.

Recomendados

Investimentos

Ações preferenciais ou PN: entenda qual a vantagem

Ações preferenciais ou PN são ações com prioridade na distribuição de ...

3 anos atrás

Investimentos

Ações no Imposto de renda: como declarar?

Independentemente da transação e do valor envolvido, o investidor que possui ...

2 anos atrás

Investimentos

Ações mais baratas da Bolsa: quais são e quando comprar?

Classificar uma Ação como barata tem a ver com seu potencial de valorização ...

2 anos atrás