Viver de dividendos: descubra como isso é possível

Viver de dividendos é um sonho ou realidade? Preparamos um guia que traz todos os passos para tornar esse objetivo possível.

Será que viver de dividendos é possível? Fazendo um planejamento acertado e com boa estratégia dá, sim, para ter uma fonte de renda apenas com aplicações financeiras.

É justamente o que vamos ensinar neste artigo. Veja, então, como ter bons rendimentos com o mercado de ações e de que maneira você pode se organizar para fazer dessa remuneração o seu sustento no futuro.

O que é viver de dividendos?

Para entender o que significa viver de dividendos, precisamos primeiro compreender do que se trata essa remuneração e por que ela é paga.

Existem diferentes formatos de empresa. Entre eles, temos as sociedades anônimas (S/A) de capital aberto ou de capital fechado. Seus sócios são pessoas que se reúnem para constituir a empresa, compartilhando os custos do investimento. Da mesma forma, eles repartem entre si os lucros da operação.

Em formatações como sociedades limitadas, os empresários são em pouco número e têm relação estreita na gestão do negócio. No caso específico das S/As, os sócios são centenas, milhares ou milhões de pessoas. Isso acontece porque essas companhias fatiam o valor do investimento necessário para as suas operações em cotas.

No geral, as sociedades anônimas são empreendimentos grandiosos e precisam de muitos recursos financeiros para custear o negócio. Então, as “cotas” são comercializadas pelas sociedades anônimas de capital aberto nas Bolsas de Valores sob o título de “ações”. Cada pessoa que compra uma ação é um sócio acionista das S/As.

Assim, os acionistas contribuem para a formação do capital das empresas. Da mesma forma, eles também participam da divisão dos lucros das companhias. É aí, então, que os acionistas recebem a sua parcela proporcional aos resultados das S/As através dos dividendos.

A distribuição dos dividendos acontece de acordo com as regras estabelecidas por cada empresa. No geral, ela é feita no encerramento de ano operacional ou semestre.

Viver de dividendos significa, afinal, ter a sua principal fonte de renda através do recebimento dos lucros das ações. Parece interessante para você?

Como receber dividendos?

Para receber os dividendos, é necessário ter a posse da ação antes da data de ex-dividendo, que é definida pela Bolsa de Valores (B3). Assim, os acionistas que compraram os papéis antes da data de ex-dividendo receberão os lucros distribuídos pelas S/As.

A distribuição é realizada na data de pagamento estipulada pela empresa. Ela pode ser feita em dinheiro ou em novas ações.

Ações que mais pagam dividendos

Todas as sociedades que negociam seus papéis na B3 devem distribuir, pelo menos, 25% dos seus lucros aos acionistas. Contudo, a estratégia de distribuição fica a critério de cada uma das empresas.

Além disso, o investimento em ações é classificado como renda variável. Ou seja, a rentabilidade da aplicação não é precisa. Dessa forma, os rendimentos com dividendos podem se alterar bastante durante o tempo.

Existe, no entanto, um índice para mensurar o quanto a ação paga em relação ao investimento realizado. O Dividend Yeld (DY) é uma taxa que calcula o percentual dos dividendos distribuídos anualmente sobre o preço pago por ação.

Algumas sociedades anônimas se destacam em DY – e é importante analisar o mercado e identificar as oportunidades para viver de dividendos.

Como montar uma estratégia para viver de dividendos

Agora, vamos falar sobre como viver de dividendos. A tarefa não é das mais simples. Porém, com organização, estratégia e disciplina, será mais fácil conseguir sua fonte de renda exclusiva de rendimentos. Confira o passo a passo:

 

1. Defina objetivos e metas

A primeira etapa é saber quais são suas expectativas. Afinal, se você espera tornar os dividendos seu recebimento principal, deve ter todo o orçamento na ponta do lápis. Portanto, defina qual o objetivo de remuneração.

 

2. Trace um plano estratégico

Porém, apenas saber o que você espera não é o suficiente. É necessário, assim, fazer um planejamento para alcançar seu objetivo. No caso da renda através de dividendos, você deve entender que será preciso:

  • Investir em ações: o quanto do seu orçamento atual está disponível para o investimento?
  • Elaborar estratégias: quais os papéis podem atender suas ambições de ganho dentro das margens aceitáveis de risco?
  • Operar: o quanto você está disposto a trabalhar no mercado acionário para ter os resultados com a aplicação?

Pense nas respostas e siga com as estratégias.

 

3. Torne-se um acionista

Evidentemente, você deve ser um acionista para viver de dividendos. Então, revise seus objetivos e planos e estude as melhores opções do mercado para eles.

Investir no mercado acionário envolve riscos. No entanto, sabendo de onde você parte e para onde deseja ir – financeiramente falando –, fica muito mais fácil.

Por fim, aprofunde seus conhecimentos tanto em aplicações de renda variável, quanto em renda fixa. Dessa forma, você consegue diversificar sua carteira de investimentos, ampliando as possibilidades de ganho e minimizando os riscos.

Descubra mais sobre como investir de forma diversificada e rentável acompanhando os conteúdos e recomendações da Capital Research.

Recomendados

Investimentos

Dividend Yield: o indicador de rendimento de dividendos para acionistas

Já ouviu falar do Dividend Yield? Nós, da Capital Reseach, preparamos um artigo ...

2 anos atrás

Investimentos

Investidor: saiba o que são dividendos e como recebê-los

Se você investe em ações, vale a pena conhecer a modalidade de investimento em ...

2 anos atrás

Investimentos

O que é payout e 4 ações que pagam dividendos

Em dúvida sobre o que é payout e sua relação com as empresas pagadoras de ...

2 anos atrás