Oligopsônio: o que é e como funciona?

Uma palavra pouco conhecida, o oligopsônio é uma situação de mercado na qual existem poucos compradores para um produto ou serviço específico. Saiba mais!

O termo oligopsônio pode não ser muito conhecido,  mas ele é usado para indicar um cenário econômico bastante particular do mercado financeiro. Portanto, se você investe, empreende ou pretende se aventurar nesse universo, é importante saber o que significa essa palavra.

Para te ajudar, nos próximos parágrafos vamos explicar o que é o termo oligopsônio, como ele funciona, quais as suas principais características, quais as diferenças para os termos monopsônio e oligopólio e ainda alguns exemplos práticos. Vamos lá?

Oligopsônio – o que é e como funciona?

O termo oligopsônio possui origem grega, sendo que “oligo” significa “pouco” e “psonio” significa “comprar”. Portanto, ele é utilizado para determinar e definir uma situação em que há poucos compradores para determinados produtos ou serviços.

Dentro do mercado financeiro e do mundo da economia, esse cenário é chamado de competição imperfeita. O resultado disso é que, como todos os vendedores querem fazer negócio, eles vão acabar se adaptando às necessidades dos poucos compradores, fazendo inclusive com que o preço das mercadorias e dos serviços caiam.

Vale mencionar também que a manutenção de um cenário de oligopsônio é muito vantajosa para as empresas que se encontram na posição de compradores. Por isso, você vai observar que, em alguns nichos, é mais difícil você conseguir se tornar um comprador. 

A explicação é simples: as empresas que já estão nessa posição farão de tudo para que novos compradores não entrem no mercado. Dessa forma, elas conseguem manter as suas vantagens diante dos vendedores. 

Um bom exemplo é a indústria de cigarro com os produtores de tabaco. Existem muitos produtores, mas somente algumas poucas empresas que compram a produção. Além disso, a instalação de novas indústrias é bastante burocrática e exige alto investimento inicial.

Quais são suas principais características?

Sem dúvida alguma, a principal característica de um oligopsônio está no controle e na influência que os compradores exercem no mercado. Os vendedores sempre vão tentar fechar negócio e, para isso, tentarão agradar o comprador. Dessa forma, pode-se afirmar que, indiretamente, o comprador tem o poder de negociar o preço em um oligopsônio.

O resultado dessa interação pode ser não apenas a redução dos preços, mas também questões relacionadas às especificações dos produtos ou dos serviços. Entre elas, podemos citar: 

  • Embalagem;
  • Qualidade;
  • Quantidade;
  • Variedade;
  • Prazo de entrega;
  • Rapidez para a realização do serviço;
  • Outros.

Estar em uma situação de oligopsônio pode não ser positiva para os vendedores, que ficam de mãos atadas tentando conquistar os compradores diante da necessidade de se adaptar à demanda do seu público-alvo.

Por outro lado, os compradores estão em uma situação bastante confortável, em que eles controlam a transação comercial.

Principal diferença entre o oligopsônio e o monopsônio

Além de entender o que é oligopsônio, é fundamental saber também qual é a diferença para monopsônio.

O termo monopsônio é utilizado para definir uma situação em que há um único comprador (“mono” = um) para vários vendedores. Um ótimo exemplo de monopsônio é a situação em que há um único empregador (comprador de mão de obra) e muitos trabalhadores (vendedores de mão de obra).

E para os vendedores essa é uma situação muito ruim, já que o comprador acaba tendo total controle sobre o mercado. Isso torna a competição entre os vendedores ainda mais acirrada.

No exemplo que demos acima, isso poderia fazer com que os trabalhadores aceitassem salários mais baixos com o único intuito de manter ou conseguir o emprego.

Principal diferença entre um oligopsônio e um oligopólio

O oposto de oligopsônio é o oligopólio, situação na qual há muitos compradores e poucos vendedores.

Se, por um lado, no oligopsônio o elo mais fraco são os vendedores, que precisam se adaptar às exigências dos compradores, no oligopólio são os compradores que terão que se esforçar para agradar aos vendedores.

 

Portanto, diante de um cenário em que o oligopólio predomina, os preços dos produtos e dos serviços aumentam. Isso porque, nesse caso, os compradores interessados provavelmente estarão dispostos a pagar mais caro para conseguir o que desejam. 

Para que fiquem mais claros esses dois conceitos, basta lembrar como os preços reagem às demandas de oferta e procura. Fica fácil de entender se você pensar em frutas sazonais, como o morango, por exemplo. 

Durante os meses de verão, não há muito morango sendo produzido, mas as pessoas estão comprando o produto. Ou seja, poucos vendedores (ou produtos) e muitos compradores, portanto um oligopólio, resultando em preços mais altos. 

Entretanto, durante os meses de inverno, será muito mais fácil encontrar morango para comprar, porque muitos produtores têm o produto para oferecer.

Ou seja, muitos vendedores e poucos compradores, portanto um oligopsônio, resultando em preços mais baixos.

Três exemplos de oligopsônio

Conheça a seguir três exemplos de oligopsônio para facilitar a sua compreensão sobre o assunto.

 

1. Mercado de aeronaves

Um bom exemplo de oligopsônio é o mercado de aeronaves. Isso porque nem todo mundo tem dinheiro para comprar um avião. Portanto, o mercado se restringe basicamente a empresários e pessoas com muito dinheiro e ao governo dos países.

Portanto, os compradores conseguem sempre negociar melhores condições, enquanto os vendedores precisam se adaptar a essa realidade.

 

2. Restauração de carros e motos

Outro bom exemplo de oligopsônio é o mercado de restauração de motos e carros antigos. Afinal, esses serviços são destinados principalmente às pessoas que mantêm coleções desses veículos. 

Portanto, os mecânicos e restauradores precisam se destacar frente à sua concorrência. O que é possível somente por meio da realização de excelente trabalho, utilização de peças originais para a reposição e agilidade.

 

3. Telas para cinemas

O último exemplo de oligopsônio que vamos dar é o da fabricação e venda de telas para cinema. Esse é um mercado bastante limitado, em que a empresa venderá somente para as redes do setor.

Ou então para pessoas que tenham mais dinheiro e condições para construir uma pequena sala de cinema em casa.

Para continuar tendo dicas sobre o mercado financeiro, econômico e de como investir melhor o seu dinheiro, basta acessar o blog do Capital Research.

Além disso, se adquirir um dos planos da Capital Research, você terá acesso a conteúdos exclusivos, cursos gratuitos e assessoria para os seus investimentos.

Recomendados

Investimentos

10 livros para o investidor sobre mercado financeiro

Opções de leitura não faltam para quem quer investir. Veja lista com 10 livros ...

2 anos atrás

Investimentos

Ativo Circulante e Ativo Não Circulante: principais diferenças e conceitos

...

3 anos atrás

Investimentos

Block trade: tudo que você precisa saber sobre o assunto

O block trade é uma grande oferta de ações na bolsa. Confira tudo que você ...

2 anos atrás