O que são os Mini Contratos e como funcionam?

Descubra quais são as vantagens, os tipos de Mini Contratos, riscos e muito mais!

Mini Contratos

Os mini contratos foram desenvolvidos há quase 20 anos para atender os pequenos investidores, que possuem aportes mínimos menores que os contratos cheios e que desta forma, podem começar a investir mesmo com pouco dinheiro. 

Mas afinal, porque investir em mini contratos? Quais os custos? Como operar? Respondemos estas e outras dúvidas neste artigo especial sobre o assunto. 

Qual a vantagem de investir em mini contratos?

Os minicontratos proporcionam diversas vantagens aos investidores, como: 

  • Alta liquidez: devido ao grande volume de negócios que ocorrem todos os dias, um dos principais benefícios é a simplicidade e velocidade em entrar e sair do mercado, podendo zerar a posição vendendo os minicontratos.
  • Facilidade: por serem mini contratos, são simples e melhores de serem operados do que muitas ações.
  • Alavancagem: por conta da grande oscilação diária dos contratos futuros, operá-los aumentam muito as chances de um retorno consideravelmente maior.
  • Flexibilidade: oportunidades de rupturas no mercado podem ser aproveitadas com os minicontratos, afinal, operar vendido é lucrar com as baixas.

Quais são os custos para investir em mini contratos? 

Ao investir em mini contratos, é essencial ficar atento principalmente aos custos das operações, que podem comprometer parte da rentabilidade obtida, já que todos os papéis estão sujeitos à cobrança do Imposto de Renda (IR). 

Os mini contratos incidem sobre os rendimentos do período, com alíquota de 15% e nas operações de Day Trade, a tributação é de 20% em cima dos retornos obtidos no mês.

Como operar mini contratos?

Geralmente, para operar mini contratos são utilizadas análises gráficas e negociações de mini-índice e de mini dólar, feitas diretamente pelo home broker. 

O imposto de renda incide sobre os ganhos do mercado futuro e como já mencionado, para operações de Day trade, a alíquota é de 20% e para as outras operações é de 15%, que deve ser pago pelo investidor até o último dia útil do mês subsequente ao período de apuração.

Qual o prazo aproximado de retorno de investimento?

Como o vencimento do Ibovespa ocorre nos meses pares, sendo na quarta-feira mais próxima do dia 15, a liquidação no caso do dólar, acontece durante todos os meses. Depois do vencimento do contrato, todas as posições em abertas após o último ajuste são liquidadas pela Bolsa de Valores e desta forma, os investidores podem resgatar o seu dinheiro de volta, mesmo com lucro ou com prejuízo.

Porque são considerados contratos futuros?

A finalidade de investimento dos contratos futuros e os mini contratos é a mesma, porém possuem características um pouco distintas. 

Os contratos futuros possuem cinco contratos do produto escolhido como quantidade mínima a ser negociada, sendo possível investir em commodities, índices e moedas. Por outro lado, os mini contratos são alternativas mais acessíveis, oferecendo uma margem exigida de 20% do contrato futuro, o que consequentemente resulta em uma menor exposição. 

Em quais ramos é possível investir?

Após adquirir os mini contratos, é possível mantê-los até a data de vencimento ou vendê-los antecipadamente. Geralmente são investidos no mercado futuro utilizando a estratégia do Day Trade, uma operação no curtíssimo prazo, em que os papéis são comprados e vendidos no mesmo dia.

Como adquirir um mini contrato?

Para adquirir um mini contrato basta ter um valor como margem de garantia para movimentar uma quantidade financeira relativamente alta na Bolsa de Valores. Essa margem funciona como um caução de aluguel padrão, servindo como garantia caso o investidor não consiga arcar com os possíveis prejuízos da operação. 

É possível depositar esse valor ou fornecer em títulos como CDBs de liquidez diária, ações, papéis do Tesouro, ou mesmo dinheiro como garantia. Caso não deseje esperar até a data prevista no contrato, pode-se vender a sua parte nele. 

Qual a data de vencimento desse contrato? 

Os mini contratos contém data de vencimento e código para negociação com sigla seguida pela letra que representa determinado mês e ano de vencimento. Os vencimentos ocorrem sempre no primeiro dia útil de todo mês, enquanto o vencimento do contrato de índice acontece a cada dois meses. Na tabela abaixo, você vai ver como identificar o mês de vencimento:

Mês

Código

Janeiro

F

Fevereiro

G

Março

H

Abril

J

Maio

K

Junho

M

Julho

N

Agosto

Q

Setembro

U

Outubro

V

Novembro

X

Dezembro

Z

Como funcionam os pontos de mini contratos?

Os pontos do mini contrato estão associados às variações em um dado tipo de investimento, incluindo os índices da Bovespa. No mini contrato, um contrato representa a perda ou o ganho de R$10. Confira todos os valores: 

Contrato

Lote Mínimo

Preço do Contrato

Índice Cheio

5

R$ 1,00 por ponto do IND

Dólar Cheio

5

R$ 50,00 por ponto do DOL

Mini Índice

1

R$ 0,20 por ponto do WIN

Mini Dólar

1

R$ 10,00 por ponto do WDO

Os tipos de mini contrato 

Os dois principais ativos relacionados aos mini contratos são o mini Bovespa e mini Dólar, que podem ser operados pelo Home Broker. Entenda como funciona cada um:

  • Mini Índice Bovespa: cada lote mínimo de mini índice na Bovespa possui um contrato e cada variação de um ponto equivale a R$ 0,20. Portanto, o contrato vale R$ 0,20 multiplicado pelos pontos do Ibovespa.
  • Mini dólar: o lote mínimo é de um contrato de R$ 30 mil em uma cotação de 3 por 1. A margem de garantia é de aproximadamente R$ 5 mil para comprar o contrato e ficar posicionado. 

Quais os possíveis riscos de investir em mini contratos?

Como qualquer investimento, os mini contratos também oferecem riscos aos investidores, por isso é fundamental definir as estratégias de ganhos e investir com inteligência. Alguns dos principais riscos dos mini contratos são:

  • Risco de Oscilação: expectativas, notícias ou qualquer outro fator pode influenciar o preço dos mini contratos. 
  • Risco de alteração de margem: é a alteração da margem de garantia, que pode mudar os valores exigidos a qualquer momento sem aviso prévio. 
  •  Risco de ajustes diários: como são precificados diariamente, há dias em que os papéis podem registrar variações negativas.

Os mini contratos visam atender o pequeno investidor ou quem deseja investir em lotes menores. Com algumas vantagens, pode ser uma ótima opção para quem está aplicando no mercado, porém, avalie bem os riscos! 

Recomendados

Investimentos

Aprenda já a calcular juros de empréstimo

Entenda um pouco mais sobre Juros Simples e Juros Compostos e veja como realizar o ...

3 anos atrás

Investimentos

Conheça os 7 melhores aplicativos de controle financeiro

Selecionamos os melhores aplicativos de controle financeiro para você. Saiba qual o ...

3 anos atrás

Investimentos

Fundos Multimercado: por que investir e como escolher

Fundos multimercado são aplicações administradoras por gestoras para entregar ...

3 anos atrás