Liquidez financeira: por que isso é importante ao investir?

A liquidez financeira se refere à capacidade de transformar um investimento em dinheiro. Entenda o conceito e saiba avaliar.

A liquidez financeira é um fator que deve ser observado nos seus investimentos. Afinal, é ela que determinará a facilidade ou dificuldade para resgatar os valores investidos.

Assim, você precisa saber como os tipos de liquidez podem afetar as suas escolhas em aplicações financeiras.

Para aprender mais sobre o conceito, siga a leitura. Descubra como avaliar o quanto um ativo tem a capacidade de se tornar líquido e quais os custos desse processo para seus investimentos.

O que é liquidez financeira?

Liquidez financeira é a facilidade com que um ativo pode se transformar em dinheiro e o preço a se pagar pela liquidação do mesmo. Ou seja, o conceito trata da rapidez com que um investimento pode ser vendido ou resgatado e o quanto isso custa ao investidor.

Quanto mais rápido o resgate, a tendência é que mais caro seja o procedimento. Da mesma forma, quanto mais distante a liquidação, menores os custos.

A gente pode pensar em dois exemplos sobre liquidez financeira relacionados a investimentos populares: a compra de um imóvel e a caderneta de poupança.

Ao comprar uma casa, você pode obter lucro com a sua venda futura, certo? Mas, qual a facilidade de efetuar essa negociação? A operação pode levar de dias a anos, tornando-se muito difícil saber quando o dinheiro investido poderá voltar às mãos do investidor. Logo, esse é um ativo de baixa liquidez.

Já a caderneta de poupança, por outro lado, tem liquidez diária. Dessa forma, o dono da conta pode depositar e sacar o dinheiro quando bem entender. Mas os custos desse resgate podem ser altos, já que a poupança só remunera na data de aniversário de depósito.

Então, entender a liquidez é importante para que você avalie o quão rápido ou caro pode ser resgatar o valor investido.

Qual a diferença entre liquidez e rentabilidade?

Liquidez e rentabilidade são fatores que sempre aparecem na avaliação por novos investimentos. Mas, apesar de caminharem juntos na escolha, são completamente diferentes.

A rentabilidade de uma aplicação financeira está atrelada ao quanto ela realmente traz de retorno ao investidor. Assim, para descobrir a taxa de rentabilidade de um ativo, você deve reduzir os gastos efetuados dos ganhos obtidos com o investimento. Já a liquidez, como vimos, está relacionada ao resgate do ativo. 

A rentabilidade da poupança é baixa, mas a liquidez é alta. Já um CDB pode ter rentabilidade atrativa (pagando mais de 100% do CDI) e liquidez diária, dependendo das características do ativo.

No fim das contas, o que você precisa saber é que tanto a rentabilidade quanto a liquidez financeira são parâmetros a analisar na decisão por uma determinada aplicação financeira. 

Tipos de liquidez nos investimentos

Como a gente adiantou, existem investimentos com maior ou menor facilidade de resgate, tanto pela rapidez quanto pelos custos de saque. Então, confira quais são os tipos de liquidez financeira:

  • Liquidez imediata ou D+0: o ativo pode ser resgatado a qualquer momento e o dinheiro é sacado pelo investidor logo assim que solicitado
  • Liquidez diária ou D+1: nesse formato, o valor investido retorna ao investidor no dia útil seguinte à solicitação
  • Liquidez no vencimento: os recursos financeiros aplicados só poderão ser resgatados quando chegar a data de vencimento do ativo
  • D+30: após a solicitação de resgate do saldo, o valor retorna ao investidor depois de 30 dias
  • Liquidez nula: não existe prazo determinado para que o dinheiro investido retorne ao investidor.

Considere os prazos de resgate dos ativos com cuidado antes mesmo de começar a investir. Afinal, esse é o tempo em que você não conseguirá ter acesso ao dinheiro aplicado.

Exemplos de aplicações e sua liquidez financeira

Os investimentos variam em renda fixa ou variável, taxas de juros e rentabilidade, além de riscos e custos. Além disso, eles também possuem parâmetros distintos de liquidez financeira. Confira, assim, uma lista com diferentes aplicações de acordo com sua capacidade para se tornarem líquidas.

 

Alta liquidez

  • CDB – Certificados de Depósito Bancário com liquidez diária
  • Tesouro Direto – especialmente no caso do Tesouro Direto Selic
  • Fundos de investimentos abertos
  • Contratos futuros
  • Ações.

 

Média a Baixa Liquidez

  • LCI e LCA – Letras de Crédito Imobiliário e do Agronegócio
  • CRI e CRA – Certificados de Recebíveis Imobiliários e do Agronegócio
  • Fundos de investimento fechados
  • Imóveis.

Qual a melhor liquidez para um investimento?

A resposta a essa pergunta depende, essencialmente, dos seus objetivos com o investimento.

Ao formar um fundo de emergência, por exemplo, o valor aplicado deve ser facilmente resgatado. Portanto, é importante escolher uma modalidade para investir e conseguir liquidar o ativo de forma fácil e com os menores custos possíveis.

Ao mesmo tempo, se você está formando uma poupança para a aposentadoria, pode optar por aplicações com baixa liquidez. Esse formato tende a ter taxas de rentabilidade melhores, com maiores pagamentos e custos menores.

Então, compare o seu planejamento de investimento com as opções do mercado. Dessa forma, você conseguirá escolher com mais confiança e tranquilidade pelo tipo de aplicação que tenha a liquidez financeira adequada às suas expectativas e necessidades.

Para tomar decisões ainda mais acertadas em investimentos, continue sua leitura pelos materiais exclusivos da Capital Research, seus conteúdos atualizados e carteiras recomendadas.

Recomendados

Investimentos

Liquidez e Rentabilidade: entenda melhor a diferença entre esses termos financeiros

Saiba mais sobre esses conceitos fundamentais do mercado financeiro e como se ...

3 anos atrás

Investimentos

Liquidez Seca: conheça esse indicador pouco conhecido

Indicador de liquidez auxilia a manter saúde financeira das empresas ao apontar ...

3 anos atrás

Investimentos

Risco de Liquidez: o que é e como manter seus investimentos seguros

Descubra como lidar com o risco de liquidez em seus ...

3 anos atrás