Investir em dólar: veja 7 dicas e conselhos antes de comprar a moeda

Investir dólar pode fazer a diferença nos investimentos. Veja as principais dicas e conselhos antes de começar a investir pesado em dólar.

O dólar é uma das moedas mais valorizadas do mundo. Visto isso, investir dólar, provavelmente, lhe dará bons rendimentos – e bem estáveis. Mesmo com suas variações, a moeda tende a se recuperar e até mesmo se valorizar com os anos.

Além disso, a probabilidade de o dólar deixar de existir chega a ser quase nula, tornando-a uma das mais seguras para investir. Por outro lado, suas variações também dão espaço para especulação e lucros rápidos.

Isso significa que você deve deixar esse texto agora e sair correndo para investir em dólar no mercado? Não sem antes ficar atento a alguns detalhes, os quais iremos mostrar ao longo deste artigo.

Por isso, fique por aqui e entenda um pouco mais sobre o que é investir em dólar e descubra as principais dicas e conselhos para começar os seus investimentos.

Investir dólar: o que significa?

Quando falamos em investimentos, as primeiras coisas que passam pelas nossas cabeças é o mercado de ações ou o Tesouro Direto, por exemplo. Investir em dólar não chega a ser muito diferente destes investimentos mais tradicionais e conhecidos popularmente.

Assim como a compra de ações ou investimentos mais conservadores, este tipo de investimento também tem suas próprias características: vantagens, desvantagens e um perfil de investidor ideal.

As duas maiores diferenças entre investir em dólar ou real está no seu leque – que se torna mais abrangente – e na atenção às taxas referentes à compra ou venda da moeda estrangeira.

 

Formas de se investir dólar

Existem algumas opções para você começar a investir em dólar. São elas:

  • Compra de papel moeda
  • Ações de empresas exportadoras
  • Fundos cambiais
  • Investir em dólar na Bolsa
  • Mercado Forex

Cada uma tem suas particularidades e, de acordo com seu perfil de investidor, você conseguirá decidir qual delas – ou quais – deve escolher.  Ou se realmente você deve fazer este tipo de investimento.

As melhores dicas e conselhos para investir dólar de forma eficiente

Antes de iniciar seus investimentos, você deve seguir alguns passos e entender alguns pontos primordiais. Acompanhe!

 

1. Descubra se você deve investir em dólar

Existem alguns perfis ideais para investir na moeda americana. A principal característica que uma pessoa precisa ter para fazer investimentos em dólar é não ser avesso aos riscos.

Ao mesmo tempo, este tipo de investidor precisa saber como medi-los, ou seja, é necessário entender que não pode abraçar o risco simplesmente pela aventura.

Por fim, saiba que existem modalidades de curto e longo prazo nesta categoria. Sendo assim, investir em dólar pode ser ideal tanto para quem prefere resultados mais rápidos quanto para aqueles que não se importam de esperar para obter bons rendimentos.

 

2. Cuidado com as oscilações

Como mencionamos ao longo do artigo, mesmo que a moeda americana seja segura, isso não significa que ela está livre de grandes oscilações. Quem vai investir dólar precisa entender que essa é uma dinâmica constante no mercado de câmbio.

Por isso, é necessário acompanhar diariamente a evolução da moeda e buscar comprar o dólar quando ele chegar a patamares baixos, difíceis de serem superados. Ao mesmo tempo, deverá vender o dólar em situações nas quais é pouco provável que seu valor aumente mais.

Como prever isso? Não há uma maneira escrita em pedra, mas fica de olho na próxima dica para entender melhor.

 

3. Estude probabilidade

A melhor maneira de evitar perder dinheiro nas oscilações do dólar é estudar probabilidade. O estudo dessa ciência é ideal para tentar antever quedas ou acréscimos no valor da moeda.

Dessa forma, você estará preparado e poderá fazer o necessário para reduzir riscos ou perdas que pode sofrer no futuro. E também saberá como agir caso surjam boas oportunidades de investimentos.

Ademais, é muito importante que você aprenda a estudar os gráficos cambiais, os quais oferecem as informações necessárias para o cálculo das probabilidades. Assim, você conseguirá se posicionar do melhor jeito possível.

 

4. Mercados mundiais são muito maiores que os locais

O mercado internacional de dólar e outras moedas é chamado de Forex, o qual movimenta bilhões de dólares diariamente. Este mercado é muito maior que os mercados locais do Brasil, como a B3, por exemplo – a Bolsa de Valores do país.

Existem milhões de entidades operando com o dólar: bancos, empresas e pessoas. Todas compram e vendem moedas dia após dia. Sendo assim, o melhor a se fazer é agir de acordo com uma análise mais técnica (análise gráfica), ou seja, seguir o que já está dando certo, e “não ir contra a tendência”.

 

5. Não comece nadando contra a maré

Após algum tempo operando no Forex, você terá melhor ideia de quando ir contra a maré. Porém, pelo próprio tamanho consideravelmente maior que o do mercado brasileiro, não recomendamos que faça isso em um primeiro momento.

Se familiarizar com o Forex exigirá estudo e experiência. Por isso, seus primeiros passos devem ser o de seguir a maré, ouvindo especialistas e acompanhando as tendências do mercado.

Ir contra a maré pode parecer sua grande chance de ficar milionário muito rapidamente ou de lhe transformar em algum tipo de “revolucionário” do mercado financeiro. É provável que só acabe perdendo dinheiro. Talvez muito.

 

6. Aprenda o que é Carry Trade

Quem deseja investir dólar e operar no mercado internacional precisa se familiarizar com o termo. Carry Trade é um conceito básico, mas que passa despercebido por muitos iniciantes no mercado financeiro.

Uma estratégia de negociação, o Carry Trade é uma prática de Forex que envolve a captação de empréstimo em moeda com baixa taxa de juros para investir em ativos de outra moeda com alta taxa de retorno. Ou seja, você pega dinheiro emprestado mais barato e o coloca em um investimento de ótimo retorno.

A prática é ideal para o curto prazo e utilizado por países que precisam financiar seu déficit fiscal, mas não é interessante no longo prazo. Qualquer sinal de crise fará com que os investidores tirem o dinheiro do país, levando com ele o que você investiu.

 

7. Você não ganhará sempre

Investir em dólar pode ser vantajoso se você está de acordo com o perfil que mencionamos no início do artigo. Por outro lado, não encare essa alternativa como uma maneira de enriquecer rápido.

Essa não é uma fórmula sagrada e infalível.

Na verdade, é possível que perca algum dinheiro no início. Assim como em outras modalidades de investimento, é necessário certo estudo e experiência.

Dito isso, nosso objetivo também não é te desanimar, mas fazer com que entenda que investir dólar é uma prática que vale a pena tentar, sem discurso motivacional que pode te prejudicar no futuro.

Por isso, estude, se empenhe e, quando menos esperar, seus investimentos em dólar começarão a render frutos para a sua carteira. Já havia pensado em investir em dólar antes?

Recomendados

Investimentos

6 dicas para ficar rico: você também pode alcançar a riqueza!

Confira uma lista com 6 dicas para ficar rico combinando economia de despesas, renda ...

2 anos atrás

Investimentos

Assessor de investimentos: saiba por que a profissão está em alta

Um assessor de investimentos é alguém que aconselha clientes sobre onde aplicar seu ...

2 anos atrás

Investimentos

Capacidade produtiva: o que é e como analisar nos investimentos

A capacidade produtiva é um fator importante ao analisar uma ação da bolsa. Saiba ...

2 anos atrás