ETF de renda fixa: o que é e como investir

Descubra o que é ETF de renda fixa, principais características da aplicação e se esse é o investimento adequado para você.

Quer investir em ETF de renda fixa? Então você precisa entender as características desse tipo de aplicação para não errar na escolha. De forma breve, a modalidade consiste em uma cesta de ativos de renda fixa negociada na bolsa de valores.

Entre as vantagens, conforme veremos ao longo do texto, estão as taxas reduzidas e a possibilidade de diversificar a carteira por meio de uma única aplicação. Ficou curioso? Siga com a leitura do guia e entenda os principais pontos sobre o ETF de renda fixa.

O que é um ETF de renda fixa

ETF de renda fixa é um fundo negociado na bolsa de valores com aplicações em renda fixa. Ele funciona como uma cesta de ativos composta majoritariamente por títulos públicos ou títulos privados e permite a diversificação da carteira de investimentos em um único produto.

Esse tipo de fundo tem como objetivo refletir variações e rentabilidade de índices de renda fixa prefixados ou atrelados a indicadores econômicos, como a taxa Selic, por exemplo. As cotas do ETF de renda fixa são negociadas na B3 de maneira similar às ações.

O investidor adquire as cotas e, dessa forma, detém todos os títulos da carteira teórica do índice de referência. Assim, não precisa comprar cada ativo separadamente. Na prática, esse modelo permite maior rapidez para diversificar os investimentos.

Características de um ETF de renda fixa

Conheça a seguir as principais características do ETF de renda fixa para avaliar se esse investimento é adequado para o seu perfil:

Tributação

O ETF de renda fixa tem isenção de come-cotas (mecanismo de antecipação do recolhimento de Imposto de Renda) e é tributado conforme o prazo médio do vencimento dos títulos. Já a alíquota segue a tabela regressiva do Imposto de Renda. Quanto maior é o prazo, menor é a alíquota:

  • Igual ou inferior a 180 dias: 25%
  • Entre 181 e 720 dias: 20%
  • Superior a 720 dias: 15%.

 

Segurança

Quando comparado aos fundos de renda variável, o ETF de renda fixa oferece maior segurança ao investidor. É uma vantagem para quem tem baixa tolerância ao risco, pois dá para prever a rentabilidade no momento da aplicação.

Diversificação da carteira

Conforme mencionamos, a diversificação é um dos principais atrativos do ETF de renda fixa. Com ele, é possível investir em vários ativos que integram a carteira do índice de referência a partir de uma única aplicação. Também vale lembrar que, nos ETFS de renda fixa, o prazo de liquidação é de D+1 a partir da data de negociação.

Taxas

Quanto às taxas, o ETF de renda fixa tem custos mais baixos em relação a outros fundos de investimento tradicionais. E como a aplicação nos ativos é feita simultaneamente, o investidor também paga as taxas uma única vez  — o que aumenta a rentabilidade. Além disso, você só é cobrado pelos dias em que mantiver as cotas na carteira.

Baixo valor inicial

Outra vantagem é que o ETF de renda fixa demanda baixo valor inicial para iniciar o investimento. Então, dá para começar aos poucos, mesmo que você não consiga reservar um montante alto por mês para fazer as aplicações.

Como investir em ETF de renda fixa

Depois de avaliar as características do ETF de renda fixa, veja o passo a passo para investir na modalidade.

1. Abra conta em uma corretora

Uma vez que a negociação do fundo é feita na bolsa de valores, você precisa do intermédio de uma instituição financeira habilitada. Pesquise as taxas cobradas de diferentes corretoras, avalie a credibilidade delas no mercado e abra conta na empresa escolhida.

2. Escolha o ETF de renda fixa

Em seguida, analise os ETFs de renda fixa disponíveis. No site da B3, é possível conferir a lista completa dos fundos negociados. É importante comparar as características de cada um para fazer uma escolha assertiva de acordo com o seu perfil.

3. Transfira o dinheiro

Depois de escolher o ETF, é hora de transferir o valor que você deseja aplicar para a conta da corretora. 

4. Invista por meio do home broker

Por fim, entre no home broker disponibilizado pela corretora. É por meio dessa plataforma que você terá acesso ao ambiente de negociação da bolsa. Entre no campo de negociações e digite o código do ETF de renda fixa escolhido. Aí, basta fazer a aplicação e cuidar do seu investimento.

E aí, gostou das dicas do artigo? Na Capital Research, você tem acesso a uma carteira de investimentos completa para acumular patrimônio no longo prazo. Você também conta com o apoio de uma equipe de analistas especializados para planejar as aplicações mais adequadas ao seu perfil e objetivos. Se o conteúdo foi útil, aproveite para compartilhar.

Recomendados

Investimentos

Renda Fixa: tire todas as suas dúvidas e entenda como funciona

Saiba tudo sobre Renda Fixa, vantagens, desvantagens e entenda se vale a pena ou ...

3 anos atrás

Investimentos

Descubra 4 Aplicações financeiras em renda fixa para começar agora

Procurando as melhores aplicações financeiras em renda fixa? Confira nosso guia ...

2 anos atrás

Investimentos

Imposto de Renda na renda fixa: entenda a mordida do Leão nos investimentos

Não sabe como funciona a incidência de Imposto de Renda na renda fixa? Preparamos ...

2 anos atrás