Ebitda: o que é, qual sua importância e como calcular

O Ebitda é um indicador fundamental para decidir se vale a pena investir em uma empresa. Descubra por que e saiba calcular.

Ebitda: o que é, qual sua importância e como calcular

O Ebitda é um indicador muito utilizado por investidores na Bolsa de Valores. Mas você sabe o que é na prática e como ele funciona?

Se respondeu que não, tudo bem. Aqui você vai entender mais sobre a importância do Ebitda. Em poucas palavras, o Ebitda indica a geração operacional de caixa de uma empresa. Ou seja: quanto recurso o negócio gera exclusivamente por meio de suas atividades operacionais.

Mas por que esse indicador é imprescindível para investidores?

É que, ao demonstrar a receita da empresa a partir de suas atividades-fim, o Ebitda permite ao investidor saber em qual companhia vale a pena investir.

Ainda está confuso?

Com a leitura deste artigo, você vai entender facilmente o que é Ebitda, qual é sua importância e como calcular.

Vamos lá?

O que é Ebitda

Ebitda é a sigla para os termos em inglês earning before interests, taxes, depreciation and amortization.

Em tradução para o português, significa lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização  — por isso que, no Brasil, o conceito também é conhecido como Lajida.

O Ebitda é um indicador financeiro muito utilizado por investidores e analistas de mercado para avaliar empresas de capital aberto. Isso porque esse indicador mapeia a geração operacional de caixa de empresa.

Em outras palavras, indica os recursos gerados pela organização por meio das atividades operacionais, sem considerar efeitos contábeis.

De acordo com Wellington Lopes, autor do livro Contabilidade e gestão financeira (Editora Senac, 2018), o Ebitda é uma métrica usada em nível mundial para comparar a capacidade de geração de caixa de empresas do mesmo segmento em países distintos.

“Quanto maior o Lajida de uma empresa, maior tende a ser sua geração de caixa. Gerar caixa é fundamental para que a empresa apresente bons índices de liquidez e reduza sua alavancagem  — está diretamente relacionado com os índices de rentabilidade e de giro“, explica o autor.

Portanto, o Ebitda é um indicador importante para analisar a competitividade e o potencial de lucro de uma empresa.

Então, na prática, esse dado é crucial para investidores, pois dá suporte na escolha de quais companhias farão parte da carteira de investimentos  — e em quais empresas não vale a pena investir. Mas isso não significa que esse é o único indicador que deve ser observado.

O Ebitda, quando analisado isoladamente, pode dar a impressão que uma empresa tem liquidez quando, na verdade, não possui.

Essa distorção da realidade pode acontecer devido ao fato de que o Ebitda considera apenas as atividades operacionais, descartando a análise de efeitos financeiros e de impostos na liquidez.

Então, nunca tome decisões apenas com base nesse indicador, combinado?

Ebitda x Ebit

Afinal, qual é a diferença entre Ebitda e Ebit, outro indicador popular entre os investidores?

Como vimos anteriormente, o Ebitda representa a geração de caixa da empresa a partir das suas atividades operacionais, também chamadas de atividades-fim.

No cálculo, além de impostos e efeitos financeiros, são descartados os valores referentes à depreciação de ativos tangíveis e à amortização de ativos intangíveis.

Já o Ebit é a sigla da expressão earning before interest and taxes, ou lucro antes dos juros e tributos (Lajir).

Esse indicador também analisa a geração de recursos por meio das atividades operacionais, descartando as receitas provenientes de efeitos financeiros e de gastos com impostos.

A diferença é que, ao contrário do Ebitda, o Ebit inclui no cálculo os efeitos de depreciações e amortizações.

Importância do Ebitda

De acordo com o que vimos, o Ebitda é muito utilizado na valoração de empresas por investidores, processo que é conhecido como valuation.

Trata-se de um indicador importante para descobrir qual é, de fato, a receita que a empresa gera a partir de suas atividades operacionais, e não apenas qual é seu lucro ou prejuízo.

Portanto, é uma maneira efetiva de analisar os resultados de um negócio, o que permite identificar se ele tem potencial para crescer ou não.

Na prática, o Ebitda é forma de o investidor saber se vale a pena ou não investir em determinada empresa na Bolsa de Valores.

Dito de outra forma, é um indicador essencial para direcionar os investimentos em ativos de empresas, optando por aplicar dinheiro naqueles que apresentam maior potencial para gerar lucro aos investidores.

Cálculo do Ebitda

Para fazer o cálculo do Ebitda, é preciso dispor do demonstrativo de rendimentos da empresa (DRE) relativo ao período que você quer analisar.

O próximo passo é identificar o lucro operacional líquido da empresa, o que pode ser feito por meio desta fórmula:

Lucro operacional líquido = Receita líquida – custo das mercadorias – despesas operacionais – despesas financeiras líquidas

Depois, é preciso fazer a soma do lucro operacional líquido com o valor das depreciações e amortizações.

Você chegará à seguinte fórmula:

Ebtida = Lucro operacional líquido + depreciações + amortizações

Ficou mais fácil?

Então, é hora de analisar o Ebitda para direcionar os seus investimentos.

Se você gostou das dicas, curta e compartilhe o artigo nas suas redes sociais.

Recomendados

Investimentos

Capital especulativo: como funciona e como ganhar dinheiro

Entenda mais sobre esse tipo de ação de mercado e conheça melhor suas vantagens e ...

3 anos atrás

Investimentos

Contas patrimoniais: o que são, exemplos e classificação

Entenda o que são contas patrimoniais e como podem ser muito úteis para sua ...

3 anos atrás

Investimentos

Bolsa de Valores: o que é, qual sua importância e 5 razões para investir

A Bolsa de Valores pode ser uma maneira de aumentar a rentabilidade dos seus ...

3 anos atrás