Dicas de investimento para iniciantes — manual para os primeiros passos

Em busca de dicas de investimento? Confira as etapas essenciais antes de começar a aplicar o seu dinheiro com segurança.

Em busca de dicas de investimento para começar a aplicar seu dinheiro? Essa é uma medida essencial se você é um iniciante nesse universo. 

Na renda fixa, a taxa de juros básica nas mínimas históricas atrapalha a rentabilidade de quem antes se agarrava à poupança. E os primeiros passos para a renda variável não são dos mais simples, já que as oscilações do mercado assustam quem está começando.

Para tirar todas as suas dúvidas e ajudar na sua jornada, criamos um guia completo sobre o tema. Siga a leitura para conferir. 

Principais dicas de investimento para iniciantes

A seguir, confira as principais dicas de investimento para aplicar o seu dinheiro:

1. Crie uma reserva de emergência

O primeiro passo para investir é montar uma reserva de emergência. Especialistas recomendam que ela seja equivalente a, pelo menos, seis meses do custo de vida

Esse montante deve ser alocado em opções de fácil resgate, como fundos de Tesouro Direto com isenção de taxa de administração e CDBs com liquidez diária.

2. Organize o orçamento

Outra etapa é organizar o orçamento. Em uma planilha, detalhe todos os gastos e renda para fazer um diagnóstico das finanças e descobrir para onde está indo a sua receita. 

Se tiver pendências financeiras, tente renegociar dívidas e buscar crédito mais barato. Por fim, defina o valor que você pode destinar mensalmente aos investimentos para fazer contribuições regulares.

3. Defina objetivos

Antes de investir, você também precisa de uma definição clara dos objetivos financeiros. Defina metas de curto e longo prazo — isso ajuda na escolha da modalidade mais adequada. 

Além disso, a definição é um caminho para ganhar motivação para investir todo mês, mesmo que os resultados sejam percebidos somente no longo prazo.

4. Estude

Para gerenciar os investimentos de forma assertiva, você deve estudar o mercado financeiro e compreender suas dinâmicas. Dessa maneira, é mais fácil proteger o patrimônio e aumentar o capital. 

A boa notícia é que há diversos conteúdos sobre investimentos disponíveis: livros, vídeos, cursos online e blogs especializados, por exemplo. E, claro, aqui no blog da Onze, você encontra conteúdo de qualidade e dicas de investimento em linguagem acessível, uma ótima opção para tirar suas dúvidas.

5. Descubra o seu perfil

A escolha do investimento adequado passa pela identificação do perfil de investidor. Há três classificações principais:

  • Conservador: investidor que não quer correr riscos, mesmo que para isso tenha que fazer aplicações com menor rentabilidade
  • Moderado: assume um pouco de risco para obter rentabilidade maior, mas investe por meio de uma estratégia equilibrada
  • Arrojado: tem alta tolerância a riscos e investe principalmente em renda variável para obter retornos acima da média.

 

6. Perca o medo de investir

Você não precisa ser um profissional do mercado financeiro para investir. Seguindo o passo a passo até aqui, dá para começar aos poucos, sem comprometer muito dinheiro, até que você se sinta mais seguro. 

Mas perca o medo inicial. E não se esqueça de ter paciência e disciplina para investir e aguardar os retornos, sempre de olho na construção de patrimônio no longo prazo. 

Dicas de investimento em renda variável

Nos tópicos abaixo, confira dicas de investimento para dar os primeiros passos na renda variável:

1. Identifique a sua tolerância ao risco

Depois de identificar o seu perfil de investidor, você deve avaliar a tolerância ao risco: ele varia conforme a aplicação. Lembre-se de que a renda variável oferece riscos maiores em relação à renda fixa, já que a rentabilidade varia conforme as oscilações do mercado.

2. Conheça as diferentes aplicações

Outra dica de investimento é entender as características das diferentes aplicações em renda variável. Há várias: ações, câmbio, commodities, derivativos, ETFs e fundos imobiliários são algumas delas. A partir desse mapeamento, é mais fácil escolher o investimento adequado para o seu perfil.

3. Estude a bolsa de valores

As negociações de ativos de renda variável ocorrem na bolsa de valores. Portanto, você precisa saber como ela funciona e os motivos que levam os papéis a se valorizarem ou desvalorizarem. 

4. Avalie taxas de corretagem

Os investimentos em renda variável devem ser intermediados por uma corretora. Por isso, é essencial pesquisar as instituições financeiras habilitadas e comparar as taxas de corretagem cobradas por elas. Assim você garante a menor taxa para aumentar a rentabilidade das aplicações.

5. Diversifique a carteira

Como a renda variável oferece riscos, o ideal é minimizá-los por meio da diversificação da carteira. Com uma estratégia balanceada, mesmo considerando eventuais perdas, você garante a manutenção do patrimônio.

6. Acompanhe índices de mercado

Por fim, acompanhe índices de mercado, como o Ibovespa, por exemplo. A renda variável oscila conforme esses números. Logo, você precisa analisá-los para cuidar dos investimentos.

Dicas de investimento na Capital Research 

Depois de conhecer as dicas de investimento, é hora de ir além. Na Capital Research, você tem acesso a conteúdo de qualidade para aprender sobre o mercado financeiro. 

Além disso, é possível contar com uma carteira completa composta por ativos de renda fixa, ações e fundos imobiliários a partir de uma estratégia adequada para o seu perfil.

Você também tem o apoio de um time de analistas experientes. Eles acompanham os números do mercado diariamente e, por isso, oferecem as melhores análises e recomendações de investimentos.

Gostou das nossas dicas de investimento? Compartilhe este conteúdo para que ele ajude mais investidores iniciantes.

Recomendados

Investimentos

Bolsa de Valores: o que é, qual sua importância e 5 razões para investir

A Bolsa de Valores pode ser uma maneira de aumentar a rentabilidade dos seus ...

3 anos atrás

Investimentos

Como viver da Bolsa de Valores: 5 dicas para atingir esse objetivo

Viver de investimentos no mercado de capitais pode ser uma meta atingível. Saiba ...

2 anos atrás

Investimentos

Compra e venda de ações: guia para operar na bolsa de valores

...

2 anos atrás