Como investir na bolsa sozinho e lucrar com ações

Será que tem como investir na bolsa sozinho? Nosso guia esclarece e traz todas as dicas para você aplicar bem seu dinheiro.

Será que tem como investir na Bolsa sozinho? Essa é uma dúvida comum entre aqueles que avaliam a compra e venda de ações, mas ainda não têm experiência nesse mercado.

Seja para poupar custos ou para ter maior autonomia na gestão de seus investimentos, o primeiro passo é investir em conhecimento, estudar as suas possibilidades, definir seus objetivos e planejar cada passo.

Muito ajuda seguir na leitura deste artigo, no qual vamos ensinar a investir na Bolsa de Valores, criar suas próprias estratégias de investimento e fazer suas transações de maneira autônoma.

Siga acompanhando!

Tem como investir na Bolsa sozinho?

A B3 – Bolsa de Valores brasileira – é uma espécie de mercado de ativos financeiros. Para fazer negociações nesse ambiente é necessário seguir regras específicas.

Para as transações com ações, é preciso ter uma conta ativa em uma das corretoras autorizadas pela B3. Ou seja, não tem como investir na bolsa sozinho, de forma direta, pois somente as instituições financeiras habilitadas podem intermediar as negociações.

Isso não quer dizer que as estratégias de investimento fiquem a cargo das corretoras. Você pode – e deve – estabelecer objetivos de ganho por si mesmo e, assim, fazer suas aplicações.

Confira, na sequência, o que é necessário para ser um acionista independente.

O que é preciso para investir na bolsa?

Com as estratégias certas, você consegue comprar e vender ações e rentabilizar seus investimentos. Quer entender como investir na bolsa sozinho? Siga este passo a passo:

 

1. Definição de objetivos, metas e estratégias

O que você espera ao investir no mercado acionário? Certamente, é obter retorno financeiro. Mas quais são suas ambições de rendimentos e em quanto tempo espera recebê-los?

As respostas a essas questões são importantes para que você defina objetivos, metas e estratégias de investimento. De acordo com seu perfil de investidor, pondere os riscos da aplicação em ações e estime os ganhos.

 

2. Escolha da corretora de investimentos

Como a gente viu, só dá para investir na Bolsa através de uma corretora de investimentos. Assim, você deve escolher uma instituição financeira que possa intermediar as operações.

Existem quase 100 entidades que estão autorizadas a operar na B3. Por isso, você deve fazer uma boa pesquisa para descobrir aquela que é mais adequada aos seus objetivos.

Algumas corretoras oferecem benefícios como corretagem zero e facilidades de contato. Portanto, informe-se e escolha a instituição certa para seu perfil.

 

3. Abertura de conta de investimento

Agora que você já escolheu a corretora, é o momento para abrir sua conta de investimento. Aqui, também vale a observação de que o tipo de conta depende da instituição.

Muitas delas já oferecem serviços gratuitos para que você consiga acessar os diferentes tipos de investimento. Novamente, pesquise e faça sua opção.

Depois da abertura, transfira dinheiro para a conta e prossiga com as operações.

 

4. Escolha das ações

A escolha das ações a serem compradas é um dos momentos cruciais para seus investimentos. Você deve analisar não apenas o valor de cada papel mas, também, seu histórico e movimentações do mercado.

Optar por uma ou outra ação é uma importante decisão e que precisa considerar vários fatores. Dentre eles, sua própria estratégia de investimentos atrelada às perspectivas de riscos e ganhos com a operação.

 

5. Transação com o Home Broker

Antigamente, as transações na bolsa eram feitas via telefone. Hoje em dia, todas acontecem de maneira online através de uma plataforma que interliga a B3, o investidor e a corretora: o home broker.

Nele, você tem acesso à sua carteira de investimentos, visualizando seu saldo e aplicações já realizadas. Depois que o papel foi escolhido, você pode acessar o home broker e enviar a ordem de compra.

 

6. Acompanhamento dos investimentos

Por fim, vamos a uma dica fundamental: não tem como investir na bolsa sozinho sem acompanhar o andamento das aplicações financeiras bem de perto. Por isso, acesse o home broker com frequência e confira se suas estratégias de investimento em ações estão gerando resultados como você gostaria.

Fuja destes 10 erros ao investir na bolsa

O mercado acionista possibilita ganhos realmente atrativos, mas não para todos. Significa dizer que há boas e más práticas ao investir na bolsa. E, para melhorar seu desempenho, fuja dos seguintes erros:

  1. Criar grandes expectativas para ganhos de curto prazo
  2. Ter excesso de autoconfiança e ignorar sinais de falha
  3. Mudar as táticas constantemente e não focar no objetivo do investimento
  4. Não observar as movimentações do mercado
  5. Ignorar dados financeiros sobre as empresas nas quais investe
  6. Confiar cegamente em conselhos de terceiros e não fazer críticas sobre as análises
  7. Não diversificar a carteira de investimentos e apostar todas as fichas em poucas ações
  8. Avaliar apenas uma métrica da aplicação e não considerar outros dados relevantes 
  9. Perder a calma em momentos de grandes oscilações do mercado
  10. Deixar de acompanhar o progresso dos investimentos.

Apesar de não ter como investir na bolsa sozinho, você deve ter análises e posicionamentos independentes ao comprar e vender ações. Mas, para que tenha embasamento crítico para decidir por um ou outro ativo, você deve conhecer a fundo o mercado de investimentos.

Aqui, na Capital Research, você tem acesso a conteúdos que vão te orientar nesse processo. Conte com a gente e saiba como investir melhor.

Recomendados

Investimentos

Bolsa de Valores: o que é, qual sua importância e 5 razões para investir

A Bolsa de Valores pode ser uma maneira de aumentar a rentabilidade dos seus ...

3 anos atrás

Investimentos

Ações mais baratas da Bolsa: quais são e quando comprar?

Classificar uma Ação como barata tem a ver com seu potencial de valorização ...

2 anos atrás

Investimentos

Bolsa de Valores para iniciantes: tudo o que você precisa saber

Entenda o que é, como funciona e as principais características da bolsa de valores ...

2 anos atrás