Cash & carry: conheça detalhes sobre essa estratégia

Entenda mais sobre essa estratégia de arbitragem na qual o investidor é, ao mesmo tempo, comprador e vendedor.

Cash & carry é uma expressão de origem inglesa aplicada de diferentes formas na nossa realidade.

No mercado de investimentos, o cash & carry é uma estratégia de arbitragem conhecida e consolidada no país, com fortes atrativos para aqueles que não desejam correr muitos riscos.

Este é o conceito que vamos abordar neste artigo.

Ao seguir a leitura, você vai entender como a estratégia de cash & carry ocorre e conhecer os passos necessários para efetivá-la.

O que é cash & carry?

No mercado financeiro, cash & carry ou cash and carry é uma estratégia de arbitragem utilizada para obter lucro por meio de uma compra ou venda de um ativo no mercado à vista e, simultaneamente, de uma outra operação contrária no mercado futuro.

Em resumo, o investidor é, ao mesmo tempo, comprador e vendedor.

O ganho é obtido na diferença entre o valor pago à vista e aquele estipulado no mercado futuro, desde que, obviamente, esse último seja maior do que o anterior.

Normalmente, essas operações envolvem commodities – como milho e soja, por exemplo – e acontecem quando se imagina que o valor praticado por elas no momento da compra ou venda não estão adequados e que esses preços podem subir dentro de um período determinado.

Quando fazer cash & carry

A estratégia de cash & carry se justifica quando o valor de venda no mercado futuro supera o preço no mercado à vista, mais os custos operacionais.

Esse valor é fixado em contrato e fica imobilizado, tornando a operação similar a um investimento em renda fixa.

Como já se sabe, antecipadamente, qual o preço da mercadoria no futuro, o risco de perda do valor investido cai consideravelmente.

Outra possibilidade de usar o cash and carry é realizar uma operação com índices como o S&P 500 – que reúne empresa de todo o mundo – e o Ibovespa, com ações brasileiras.

Também existe uma opção que é o cash & carry reverso.

Nesse caso, existe uma combinação de uma posição vendida de uma ação ou um índice com uma posição comprada no mercado futuro.

A estratégia funciona se a intenção for vender algum ativo mais caro no mercado atual para adquiri-lo por valores mais baixos no futuro.

Como funciona a operação cash and carry

Para este tópico, vamos apresentar um exemplo de como pode ocorrer uma negociação de cash & carry.

No caso, a mercadoria envolvida é a arroba do boi gordo.

Por exemplo: no mercado à vista, ela é negociada a um valor hipotético de R$ 100.

Já no mercado futuro, com vencimento para 90 dias, esse valor sobe para R$ 110.

Nesse caso, o investidor efetuaria as duas operações conjuntamente, a fim de obter lucro. É o cash and carry funcionando na prática.

Caso os gastos operacionais sejam de R$ 4, ao final dos 90 dias, a diferença seria de R$ 6, e esse seria seu lucro.

Cash & carry e o conceito de arbitragem

Dentro do mercado financeiro, a operação de cash & carry faz parte de uma estratégia conhecida como arbitragem.

Basicamente, a arbitragem ocorre quando é feita uma negociação envolvendo a compra e venda de um ativo, com a expectativa e ganho sobre a diferença desse preço no mercado atual e no futuro.

Ela pode ocorrer não só para commodities ou outros ativos, mas também com ações.

A arbitragem acontece de três formas:

  • Cambial: é uma operação envolvendo o câmbio de moeda em praças financeiras distintas. A meta é obter lucro a partir da diferença dos preços dessas moedas em pequenos intervalos de tempo
  • De bolsa para bolsa: nesse caso, a operação de arbitragem ocorre quando há a compra e venda do mesmo ativo financeiro também em duas bolsas de valores, buscando a mesma diferença nos preços
  • À vista contra a prazo: aqui, o lucro será obtido a partir da diferença existente entre o preço à vista de um ativo e o valor desse mesmo ativo no mercado futuro.

Como usar a estratégia cash and carry

Como vimos até aqui, a estratégia cash and carry é uma forma de operação mais segura e atrativa.

Os riscos são menores do que em outras aplicações financeiras, mas é preciso estar atento às oportunidades do mercado, que não são constantes.

A informatização das negociações faz com que os preços do mercado futuro sejam corrigidos com maior rapidez e agilidade.

Dessa forma, as oportunidades para operações de cash & carry surgem muito rapidamente e, com isso, as chances de realizar um processo com grandes lucros diminui.

Agora que você já obteve mais informações sobre essa estratégia, analise as vantagens e desvantagens dessa operação e verifique se ela pode se enquadrar no seu perfil de investidor e atender suas metas de ganhos.

Na Capital Research é assim: a gente explica de forma acessível o que em outras fontes pode parecer complicado.

Aproveite para acessar o site da Capital e descobrir mais sobre como encontrar as melhores oportunidades de investimento de forma gratuita.

Obrigado pela leitura!

Recomendados

Investimentos

Bolsa de Valores: o que é, qual sua importância e 5 razões para investir

A Bolsa de Valores pode ser uma maneira de aumentar a rentabilidade dos seus ...

3 anos atrás

Investimentos

Como comprar ações: confira o passo a passo e 4 formas diferentes para voce começar a investir agora!

Devido à queda da taxa SELIC e a baixa rentabilidade da renda fixa, demanda-se ...

3 anos atrás

Investimentos

Custo operacional nos investimentos: o que é e como calcular?

Entenda o que é o custo operacional nos seus investimentos e quais são as taxas e ...

3 anos atrás